Periodontologia


A Periodontologia é a área da Medicina Dentária responsável pela prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças relacionadas com os tecidos de suporte do dente: osso, ligamento periodontal e gengiva. Desta forma, a saúde periodontal é um alicerce fundamental para a durabilidade de todas as peças dentárias.

A doença periodontal resulta, regra geral, da acumulação de bactérias nos tecidos da cavidade oral e pode ser dividida em gengivite, periodontite e periodontite avançada, de acordo com a fase da doença.

Esta doença afeta cerca de 50% da população Mundial e é uma das principais causas da perda de dentes em adultos. O sinal que mais precocemente alerta para a possível existência da doença periodontal, e que deve motivar uma avaliação pelo seu Médico Dentista, é o sangramento gengival espontâneo ou aquando da escovagem.

Alguns sinais e sintomas de doença periodontal:

  1. Sangramento gengival

  2. Gengiva vermelha escura ou inchada

  3. Aumento da sensibilidade dentária

  4. Retração gengival

  5. Mau hálito

DSC06426
DSC06416
DSC04924 (1)

O tratamento das doenças periodontais consegue mantetr a progressão da doença, no entanto não consegue, na maioria dos casos, tratar no sentido de repor os tecidos perdidos. Desta forma, torna-se imperativo um diagnóstico precoce que só o seu Médico Dentista poderá fazer corretamente.

Nos casos de recessão gengival avançada, o tratamento poderá passar por uma cirurgia plástica periodontal que permite recuperar a harmonia gengival e o equilíbrio estético do sorriso.

Dado o caráter pouco reversível desta patologia, a prevenção assume um papel central nas doenças periodontais, pelo que se recomenda a escovagem dos dentes, pelo menos 2 vezes por dia, com uma escova suave ou média, a utilização de fio dentário e escovilhão e a realização de profilaxias dentárias periódicas no seu Médico Dentista.


PERGUNTAS FREQUENTES

A Gengivite é considerada o estado inicial da doença Periodontal, consistindo numa inflamação nas gengivas que neste momento ainda poderá ser reversível. Desta forma, aconselhamos visitar o seu Médico Dentista e entender os seus sintomas de forma a não desenvolver outra doença paradontal mais destrutiva.

A Periodontite (ou doença Periodontal) é a evolução da Gengivite, sendo muito mais grave. Esta doença surge devido a uma infeção dos tecidos de suporte das peças dentárias (gengiva, osso e ligamentos). Caso já esteja nesta fase da doença, fique a saber que a mesma poderá ser irreversível e levar à perda permanente dos dentes.

Atualmente, existe uma grande parte da população que possui este tipo de doenças. Desta forma, é de elevada relevância perceber o que diferem cada uma. Assim sendo, a Gengivite é a inflamação/infeção das gengivas, sendo que a Periodontite é uma evolução da Gengivite que leva à perda de osso e gengiva.

Tal como o nome refere, a Peri-Implantite é como a doença Periodontal nos implantes dentários. Apesar desta doença ser ligeiramente diferente da Periodontite, poderá afetar diretamente a gengiva e o osso de suporte dos implantes, pondo em causa a sobrevivência dos mesmos e diminuindo a taxa de sucesso deste tipo de reabilitação.

A Gengivite surge pela acumulação de placa bacteriana na região da aderência da gengiva ao dente. Quando não há controlo da placa bacteriana através de um processo rigoroso de higiene a mesma evolui para a Gengivite (doença das gengivas) que numa fase avançada pode levar à destruição das estruturas de suporte do dente (gengiva, osso e ligamentos) podendo levar à mobilidade e perda das peças dentárias.

Difere de paciente para paciente, porém os principais sintomas que o devem alertar para ir ao seu Dentista são: sangramento gengival; gengiva vermelha escura ou inchada; aumento da sensibilidade gengival e dentária; mau hálito e retração gengival.

Os fatores que influenciam o desenvolvimento da doença Periodontal (Gengivite) e contribuem para aumentar e desenvolver a doença são: acumulação de placa bacteriana; tabaco; stress; alterações hormonais; diabetes; medicamentos; genética; entre outros.

Através de uma correta higiene oral, poderá minimizar o risco de gengivite. Porém, e caso já possua Gengivite deverá recorrer ao seu médico dentista de forma a tentar agir rapidamente de forma a não evoluir para a Periodontite.


Marque já a sua consulta